A importância do Hemograma no laboratório clínico

Entrevista com a Drª. Kathlenn Bezerra que é especialista em hematologia e banco de sangue


O Hemograma é um dos exames mais solicitados em todo o mundo, fazendo parte do processo de diagnóstico de várias patologias e da rotina de milhões de analistas em todo o mundo. Hoje, nossa conversa sobre o hemograma, sua importância e sobre a hematologia nos dias de hoje é com a Biomédica Especialista em Hematologia e Banco de Sangue: Dra. Kathlenn de Carvalho Bezerra.





Blog GPI: Dra. Kathlenn, a Hematologia constitui um dos alicerces das análises clínicas e possui relação com todos os cursos da saúde. Como você enxerga a importância dada para essa área no contexto da pandemia?


Dra. Kathlenn: A Hematologia ela é o coração das Análises. Dentro da pandemia, nós temos um controle e um acompanhamento de todo o percurso da doença. E você controlar esse percurso com dosagens hematológicas, por exemplo com o hemograma, bem como evolução clínica do paciente, é crucial para o percurso da doença! Por exemplo: conseguimos acompanhar a virada dos sete dias de sintomas em caminho da cura, isso é muito louvável! Evidenciamos o processo inflamatório da COVID-19! Porque sabemos que a COVID ativa uma cascata inflamatória absurda e a evolução pode estar ali, no sangue periférico, no entanto, é necessário saber interpretar o que está se revelando para você.


Blog GPI: Como a Hematologia está relacionada com todas os outros setores de um laboratório clínico?


Dra. Kathlenn: Porque ela é coração. Porque muitas vezes o setor de bioquímica e hormônios faz dosagens que devem ser correlatas com um hemograma, por exemplo. Ou melhor, a degradação da Hemoglobina, que passeia por todos os setores do Laboratório. A Bioquímica na avaliação da função hepática, na Urinálise e Parasitologia no processo de degradação e eliminação. Enfim, viajar pelo laboratório com uma clínica da hematologia é concluir com sucesso seu cliente!


Blog GPI: O Hemograma é um dos principais exames realizados em um laboratório de hematologia. Qual seria a importância de um hemograma de qualidade quando se fala

em triagem, diagnóstico e acompanhamento de doenças?


Dra. Kathlenn: O Hemograma é a foto do nosso cliente! Precisamos aprender a interpretar o hemograma de forma correta e coerente! Muitas doenças de cunho neoplásico e imunológico dão sinais claros pelo hemograma. Ao mesmo tempo, que perdemos muitos pacientes por conta de uma interpretação falha desse exame. O hemograma permite através de uma triagem, o norteamento de um diagnostico que dependendo da situação sócioeconômica demoraria meses, e quem sabe, não daria tempo! Doenças de quadro doloroso, como o Mieloma Múltiplo são passíveis de fechar um diagnóstico na bancada! Isso é incrível! Você faz o diagnóstico e acompanha todo seu paciente na sua bancada.


Evidenciando células que foram encontradas e já não são mais, por exemplo. A diminuição delas, o caminho da cura, uma possível reincidiva. Tão logo, o hemograma não é apenas triagem, ele é o despertar!


Blog GPI: Qual o impacto de um profissional hematologista capacitado e experiente

para a saúde pública e para o mercado de trabalho?


Dra. Kathlenn: Um profissional capacitado ganha clientes! Ele é capaz de diminuir recoletas e repetições, ele preza por resultados, na exatidão dos números e da morfologia! Ele diminui o percurso do paciente de clínico em clínico. Ele aproxima o cliente do seu diagnóstico. Ele passa segurança para sua equipe, para o corpo clínico que ele contribui, para o cliente que ele atende.


Por Denilson de Araújo e Silva

Graduando em Biomedicina pelo Centro Universitário UNINOVAFAPI

Pós-Graduando em Microbiologia Clínica pelo Instituto GPI

Instituto GPI

MENU

Av. Elias João Tajra,

Nº 1717 - Jóquei,

Teresina - PI,

64049-305

© Copyright 2010 - 2021  Instituto GPI Ltda ME