Citopatologia Clínica: Conheça esta área de atuação

A Citopatologia Clínica é uma área de habilitação profissional correspondente aos cursos de Biomedicina, Farmácia, Biologia, Enfermagem e Medicina. Está diretamente relacionada com a saúde íntima feminina. Confira abaixo os principais questionamentos acerca da atuação do profissional citopatologista e o mercado de trabalho desta área de atuação:

- O que é a Citopatologia Clínica?


A Citopatologia Clínica também é conhecida como Citologia Oncótica, quando relacionada diretamente com a saúde íntima feminina no combate e prevenção ao câncer de colo de útero, 3º Câncer que mais mata mulheres em todo o Brasil, de acordo com o Instituto do Câncer (INCA).


Nesta área, o profissional citopatologista utiliza métodos diagnósticos para avaliar células oriundas de variados pontos do corpo, observando aspectos morfológicos e fisiológicos e assim, determinando a origem de diversas patologias.


O processo de análise de células permite que o profissional, através desta técnica fundamental de análise, rastreie lesões que podem ser indicativas de doenças graves, como o câncer de colo de útero em mulheres.


Logo, a Citologia Oncótica é uma área muito baseada em microscopia, haja vista que a principal ferramenta profissional é o microscópio. O preparo de lâminas e processos de coloração também é um dos focos da área, já que uma das principais demandas da profissão consiste no exame ginecológico preventivo, o Papanicolau.


- Como se dá a formação do profissional citopatologista?


O curso de Especialização em Citopatologia Clínica consiste em 24 módulos dispostos à formar um profissional íntegro e atualizado, principalmente no que se refere aos métodos de análise, coleta e processamento de amostras. A saúde íntima feminina é bastante discutida durante todo o curso, mas não é o único foco da formação profissional. Análises de tecidos, biópsias e outros também estão inclusas no quadro de disciplinas do curso.


Atualmente, o profissional citopatologista têm se destacado bastante nos serviços de saúde, graças à alta demanda de exames preventivos, como também à capacidade do profissional de construir um laudo panorâmico e informativo da situação clínica de suas pacientes, auxiliando no diagnóstico precoce de patologias fatais.


- Como o Mercado de Trabalho enxerga a Citopatologia Clínica?


O profissional citopatologista possui uma procura no mercado de trabalho bastante elevada, haja vista que profissionais desse tipo são escassos, enquanto a demanda de exames só aumenta a cada dia. O salário depende muito de dois fatores: a região em que atua, e a quantidade de lâminas que são analisadas em sua rotina. Combinados, esses dois fatores podem fazer o profissional citologista ter uma renda mensal extremamente satisfatória.


A busca por empregos se choca com a necessidade cada vez maior de profissionais qualificados e experientes, por isso recomenda-se que os profissionais aproveitem experiências profissionais como estágios, cursos complementares e a publicação de trabalhos acadêmicos.


- Que outras atuações tem o profissional Citopatologista?


Além do carro-chefe da profissão – O exame preventivo do colo do útero – O profissional citologista também pode atuar no diagnóstico de outros tipos de cânceres, através da análise de amostras de tecido, conhecidas como biópsias. Nas biópsias de tecido, poder-se-ão observar alterações morfocelulares condizentes com diversos quadros patológicos, desde cânceres, até a observação de deposição de substâncias como gorduras ou ferro nos tecidos, como no caso da esteatose hepática e da hemocromatose.


Por Denilson de Araújo e Silva

Graduando em Biomedicina pelo Centro Universitário UNINOVAFAPI

Pós-Graduando em Microbiologia Clínica pelo Instituto GPI