Conheça a rotina de um profissional de análises clínicas

O profissional de Análises Clínicas é o profissional responsável por fazer, analisar e emitir um parecer acerca dos exames laboratoriais. É ele quem faz uma leitura laboratorial de diagnóstico por meio dos equipamentos necessários para as avaliações. A função exige muita responsabilidade, pois é por meio dos resultados dos exames que os médicos farão os diagnósticos para os pacientes e assim iniciar um tratamento.


Suas formas de atuação no dia a dia são muito variadas, o profissional pode fazer a coleta de sangue e consequentemente ajudar no diagnóstico de doenças, fazer testes e orientar os pacientes no processo dos exames.


Como profissional você poderá trabalhar em Laboratórios de Análises Clínicas, Hospitais, Hemocentros dentre outros. Darlyane Silva, biomédica e aluna GPI atua na área em um hospital público no Piauí. Desde a época de graduação, ela já participava de feiras e eventos do Instituto GPI, o que contribuiu para o ingresso da então estudante de Biomedicina no curso de pós-graduação em Citologia Clínica, quando concluiu a graduação. A paixão por análises clínicas e citologia estava só começando.

Dra. Darlyane Silva, aluna da Pós-graduação em Análises Clínicas do Instituto GPI


Darlyane pontua que tem sido produtiva e tranquila a vida de formada e já inserida no mercado de trabalho. “Durante a curso a gente é preparado para enfrentar esse mercado de trabalho. Eles focam muito nisso, tanto nas partes teóricas quanto nas práticas. Como eu atuo na urgência e emergência, estou me preparando para quando eu tiver contato com a citologia poder colocar em prática o que a gente já consegue assimilar aqui durante as aulas”, diz.


A biomédica ressalta ainda como acontece a sua rotina dentro do hospital.


“Atendemos pacientes de urgência e emergência que chegam no hospital e serão atendidos nesse caráter. É importante que a gente auxilie o médico no diagnóstico daquele paciente. Ficamos nos bastidores, mas ajudamos o médico a direcionar o diagnóstico através das análises de simples amostras de sangue, urina, etc. Vamos avaliar se o problema daquele paciente é renal, cardíaco, hepático etc”, frisa.


O trabalho é árduo, mas produtivo. Além de se identificar com a área, é preciso que o profissional de análises clínicas seja uma pessoa concentrada e não se importe com o silêncio, afinal laboratórios são ambientes bem quietos.


Darlyane destaca ainda algumas características fundamentais para se atuar na área:


“facilidade em se concentrar, pois para poder fazer análises minuciosas, você precisa de concentração. Os laudos necessitam ser precisos e qualquer distração pode ocasionar um erro. É preciso também saber lidar com os pacientes: se comunicar bem é essencial e gostar de lidar com pessoas também, pois você terá de orientar os pacientes sobre os exames de forma mais clara possível”.


A biomédica frisa que para se ter sucesso na profissão também se faz necessário gostar de aprender. “Para avançar na carreira, você precisa estar sempre atualizado sobre as novas tecnologias, sem contar que a constante capacitação é extremamente necessária”, finaliza.


No vídeo abaixo, assista a entrevista na íntegra sobre "Conheça a rotina de um profissional de análises clínicas" Por Nehemias Lima - Jornalista.