Os benefícios dos chás para a saúde

“Não quer entrar para tomar uma xícara de chá?” A frase não é bem assim, mas essa bebida extremamente versátil é adorada por maioria das pessoas e vai muito bem em várias ocasiões. O que poucos conhecem, no entanto, são os inúmeros benefícios dos chás para a nossa saúde e acabam consumindo-os apenas pelo seu sabor.


O costume de consumir chás é um dos mais antigos do mundo, e em praticamente toda a história é possível encontrar passagens em que a famosa bebida está presente. Civilizações antigas já conheciam algumas dessas vantagens para a saúde e os utilizavam em situações muito específicas para o tratamento de doenças e sintomas diversos.


Mas não é por isso que vamos sair tomando vários chás desenfreadamente. De maneira geral, todos os chás, se consumidos além da quantidade recomendada, podem provocar desconforto estomacal, náuseas e alterações intestinais, como diarreia e aumento de flatulência. Alguns tipos podem provocar reação adversa caso a pessoa tenha alergia a algum composto ou ainda provocar interação medicamentosa, por isso, se estiver utilizando de algum medicamento, é necessário consultar um médico ou nutricionista para ter certeza de que não haverá riscos à saúde.


Para falar sobre o assunto, convidamos a nutricionista Juliana Severo, que além de fazer parte do casting do Instituto GPI, é mestra e doutoranda em Alimentos e Nutrição pela Universidade Federal do Piauí –UFPI. Confira o nosso bate-papo:

Dra. Juliana Severo, Professora da Pós-graduação em Saúde Estética Avançada do

Instituto GPI


QUEM NÃO TOMA CHÁ ESTÁ ERRADO?


Muita gente realmente não gosta, mas não é por isso que devemos dizer que a pessoa está errada, tudo depende das preferências e hábitos alimentares. Mas é claro que os chás têm seus vários benefícios. Podemos usá-los como ajudantes na má digestão, ajudar a melhorar a qualidade do sono, benefícios antioxidantes e antinflamatórios ou ainda para dar um alerta, como é o caso do chá preto, o guaraná, por exemplo. São muitas as vantagens e benefícios dos chás. Se você encontrar algum que se adeque ao seu paladar, só terá ganhos, desde que na quantidade correta.


CADA CHÁ TEM UMA FINALIDADE, CERTO?


Sim, cada tipo de chá tem uma aplicação. Alguns chás podem ser utilizados nos casos de gastrite e refluxo, como é o caso do chá da espinheira santa. Temos também alguns que ajudam na digestão, como gengibre e hortelã , e tudo depende do objetivo do paciente e dos benefícios que o chá oferece e há uma grande vantagem dos chás que é o fácil acesso, além de serem baratos e de rápido preparo.


O USO DOS CHÁS ESTÁ ENRAIZADO NA NOSSA CULTURA, CERTO? HOJE, ENCONTRAMOS, INCLUSIVE, OS CHÁS JÁ PRONTOS EM FARMÁCIAS OU SUPERMERCADOS. ISSO FACILITA MUITO A VIDA DAS PESSOAS.

De fato, há muito tempo e em diferentes locais tem-se o conhecimento das propriedades medicinais das plantas então nossos pais e avós já usavam esses chás que foram paralelamente testados e investigados pela ciência, e hoje sabemos que vários tipos de plantas podem ter atuações específicas em certas ocasiões. Hoje, várias farmácias de manipulação atuam extraindo substâncias na forma natural, mais concentrada. É o que estudamos na fitoterapia.


É IMPORTANTE DESTACAR QUE SE FAZ NECESSÁRIO A ORIENTAÇÃO DE PROFISSIONAIS EM RELAÇÃO AO USO DE CHÁS.


Exato, alguns chás que não têm contraindicações podem ser utilizados no dia a dia sem prescrição, mas algumas condições podem ter contraindicações ao uso de alguns chás. Por exemplo, uma pessoa que tem cálculo biliar, pode ter grandes prejuízos se tomar um chá de cúrcuma. Uma pessoa com hipertensão arterial pode ter alguma alteração ao tomar chá de gengibre em certo ponto ou chá verde. Alguns chás em excesso têm propriedades hepato-tóxicas então deve-se ter cuidado com a dose então é de suma importância consultar um profissional para melhor orientação. As pessoas tendem a achar que o que é natural não faz mal, mas devemos ter muito cuidado com isso. O que é natural em excesso (ou até mesmo não em excesso) pode fazer mal em algumas circunstâncias.


ALÉM DE INSERIR OS CHÁS EM NOSSA ROTINA, SERIA TAMBÉM INDICADO MELHORARMOS NOSSA ALIMENTAÇÃO E COMERMOS DE UMA MANEIRA MAIS SAUDÁVEL?


Ter uma alimentação equilibrada e saudável é muito importante. Cada um tem sua rotina e suas prioridades, mas manter a alimentação e o cuidado com o corpo e mente pode nos permitir a melhorar a produtividade no trabalho, por exemplo, ter mais energia e prevenir vários tipos de doenças.


A maioria das doenças crônicas não transmissíveis está associada a alimentação. Se refletirmos acerca de o diabetes melitus, vemos que ele é relacionado ao consumo de carboidratos em excesso. As cáries estão relacionadas ao excesso de açúcares; as doenças cardiovasculares estão relacionadas ao excesso do consumo de gordura através de uma alimentação desequilibrada; o câncer está muito relacionado à alimentação.


Logo, ter uma alimentação saudável, praticar atividades físicas e hidratação (aqui os chás podem ajudar muito) é a melhor forma de prevenção quanto a essas doenças e garantir mais longevidade, qualidade de vida e evitar várias doenças crônicas não transmissíveis.

...

Preparamos uma lista com os principais tipos de chá e seus benefícios para a saúde:

Chá de Alecrim – Indicado para stress físico e mental, depressão, gota, reumatismo. Facilita a digestão.


Chá de Alfazema – Indicado para insônia, excitação nervosa, alivia dores de cabeça, tosse, asma, bronquite.


Chá de Boldo – Tônico do aparelho digestivo, aumenta a produção da bile eliminando gases, cálculos na vesícula e no combate das afecções do fígado e baço. Por isso também é ótimo pra aliviar a ressaca.


Chá de Camomila – Auxilia a digestão aliviando cólicas abdominais, náuseas, diarréia. Indicado como calmante para insônia e nervosismo.


Chá de Carqueja – Ação benéfica sobre o fígado e intestino, aliviando azia, má digestão, gastrite, prisão de ventre, etc.


Chá de Catuaba – Tônico do sistema nervoso, ameniza o nervosismo, insônia, fadiga cerebral, impotência sexual, tosse e bronquites.


Chá de Erva Cidreira – Insônia, nervosismo, cólicas no ventre e gases.


Chá de Erva Doce – Alivia cólicas menstruais e abdominais, inclusive de recém-nascidos. Auxilia na digestão.


Chá de Eucalipto – Trata inflamações das vias respiratórias como tosse, rouquidão, bronquite, asma e alivia estados catarrais.


Chá de Hortelã – Atenua azia, gases e cólicas. Vermífuga (lombriga e oxiúros). Alivia asma e bronquite.


Chá de Jasmim – Tônico, indicado contra sonolência e no combate de acessos de asma. Excelente diurético.


Chá de Maçã – Sedativo, digestivo, antidiarréica e também indicada nos casos de colite.


Chá de Malva – Afecções das vias respiratórias como bronquite, tosses catarrais, laringite e nos processos inflamatórios de boca e garganta, através de bochechos e gargarejos. Antisséptico de vias digestivas e urinárias.


Chá de Maracujá – Dores de cabeça de origem nervosa, ansiedade, insônia, palpitações, perturbações nervosas da menopausa e dores espasmódicas.


Chá de Menta – Indicado para má digestão, gases e cólicas.


No vídeo abaixo, assista a entrevista na íntegra sobre "Os benefícios dos chás para a saúde" Por Nehemias Lima - Jornalista.